Publicado por: bsbcesar | 27/04/2014

Novo e-Book sobre EFCs

Experiências Fora do Corpo - Perguntas e Respostas

 

O e-Book Experiências Fora do Corpo – Perguntas e Respostas foi criado com objetivo de subsidiar as pessoas que estão estudando as EFCs empregando o tradicional método de perguntas e respostas.

A Primeira Edição relacionou as 150 perguntas sobre EFCs que, com base na experiência desse autor, pareceram ser as mais comuns, as mais frequentemente formuladas.

Na Segunda Edição, o número de perguntas foi ampliado para 254, agrupadas em 18 capítulos dispostos de forma lógica a fim de facilitar sua consulta. Também foram acrescentadas algumas ilustrações com objetivo de tornar a leitura sequencial mais amena e interessante.

Na Terceira Edição, foi mantido o número de capítulos, mas, o número de perguntas foi ampliado para 333.

Finalmente, na 4a Edição, que agora está disponibilizada, foi criado mais um capítulo e o número de perguntas foi elevado para 440.

O leitor talvez se pergunte como todas essas questões foram formuladas.

Parte das questões foi encaminhada a esse autor durante cursos e palestras ou enviadas por e-mail para os sites EstadoVibracional, FronteiraAstral e Metaconsciencia. Outras questões foram coletadas, modificadas e adaptadas a partir da consulta a literatura sobre EFCs.

Este livro, até certo ponto, equivale a um curso sobre EFCs, em que as diversas questões são respondidas de forma direta e objetiva. Esperamos, portanto, que o amigo leitor possa esclarecer suas dúvidas aqui. Mas, se isso não acontecer, entre em contato conosco, via e-mail, ou registre sua pergunta em um dos nossos sites.

Link para download direto: e-book

Para Saber Mais

Experiências Fora do Corpo – Fundamentos

Experiências Fora do Corpo: O Guia do Iniciante

www.fronteiradaconsciencia.com

www.metaconsciencia.com

www.estadovibracional.com

Livros:

Livro Estado VibracionalLivro Experiências Fora do Corpo - Fundamentos

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por: bsbcesar | 21/04/2014

Otimizadores da Projeção Consciencial Lúcida

 

Crédito da Imagem: © 123rf

Crédito da Imagem: © 123rf

 

A maioria das pessoas não tem projeções conscientes com frequência. Mesmo aqueles que são projetores têm suas dificuldades para ter boas e produtivas experiências lúcidas. A razão para isso está no fato de que tudo na dimensão extrafísica é contrário à projeção lúcida.

Começando pelas energias conscienciais que transbordam nos centros urbanos, moduladas por pensamentos e sentimentos quase que exclusivamente ligados às questões materiais mais básicas, passando pelas trocas rotineiras energéticas diárias nos deslocamentos e no trabalho, muitas vezes carregadas de tensão e sentimentos relacionados à competição e prosseguindo com as notícias veiculadas pela mídia e repetidas no boca a boca sobre acontecimentos violentos, disputas políticas, medidas econômicas. Enfim, as energias ligadas a essas questões ficam impregnadas em nossa esfera pessoal de bioenergias, ancorando-nos, firmemente, nessa dimensão, mesmo quando relaxamos ou quando vamos dormir, momentos em que poderíamos nos conectar com a dimensão extrafísica e passar por uma EFC.

Assim, configura-se uma situação em que, sem esforço, geralmente nada acontece em termos projetivos.

O que segue são seis fatores otimizadores que usados de forma isolada ou conjunta, facilitam a produção de projeções conscienciais lúcidas.

Exercício. O Exercício físico, seja qual for, que proporciona a queima de calorias o relaxamento muscular, quebrando as tensões, facilita o relaxamento durante o sono e faz com que as ECs (Energias Conscienciais)circulem com mais facilidade.

Leitura. A leitura de um livro sobre EFCs por 30 minutos ou mais antes de dormir, predispões a conexão com elementos da dimensão extrafísica.

Mobilização. A mobilização das ECs antes do sono se instalar, seja por meio da instalação de EVC, seja por meio de outras manobras de absorção, exteriorização e circulação de energia favorece a obtenção de lucidez e maior rememoração durante dos eventos extrafísicos.

Postura. Dormir na posição supina, também chamada decúbito dorsal, em cama separada ou em uma cama de casal grande que minimize o contato físico com o companheiro(a) que dorme ao lado facilita a realização de EFCs lúcidas e evita o retorno antecipado quando a outra pessoa se mexe durante o sono.

Técnica. O emprego de uma técnica projetiva aumentará as probabilidades de produção de uma experiência projetiva.

Campo. Deixar momentaneamente o centro urbano com sua profusão de ECs, passando o dia e, principalmente, à noite no campo, na zona rural ou mesmo em uma pequena cidade que seja cercada pela natureza. As energias imanentes do local, por abundarem nesses locais, serão mais favoráveis a EFC

 

Para Saber Mais

Experiências Fora do Corpo – Fundamentos

Experiências Fora do Corpo: O Guia do Iniciante

www.fronteiradaconsciencia.com

www.metaconsciencia.com

www.estadovibracional.com

Livros:

Livro Estado VibracionalLivro Experiências Fora do Corpo - Fundamentos

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por: bsbcesar | 08/04/2014

Controlando seus sonhos

FA08042014

 

Como pesquisador das EFCs, sei que os sonhos, principalmente os sonhos lúcidos podem ser, na realidade, projeções semiconscientes onde o nível de lucidez ainda é deficiente, mas que, ainda assim, podem trazer informações relevantes para pesquisas e autopesquisas.

Pois bem. Há tempos surgiram aplicativos para smartphones que monitoram o sono e inferem quando a pessoa está sonhando. Alguns como o Dream:ON que baixei há poucos dias gratuitamente e instalei em meu I-Phone, usam acelerômetros para detectar os movimentos da pessoa dormindo em sua cama, ao longo da noite, inferindo quando ela está tendo um sono REM e sonhando. Outros, mais sofisticados, empregam sensores que conectados ao smartphone monitoram a produção das ondas cerebrais para fazer essa inferência com mais precisão.

Estava esperando uma oportunidade para testar esses aplicativos quando li a edição de 29 de março da revista NewScientist. A revista traz uma matéria sobre uma pesquisa realizada nos últimos 2 anos pelo psicólogo Richard Wiseman que envolveu a análise dos períodos de sono e dos sonhos de dezenas de milhares de voluntários de todo mundo, naquilo o que constituiu-se na maior pesquisa jamais realizada sobre esse assunto.

O projeto Dream:ON, elaborado por Wiseman, usou os smartphones de meio milhão de pessoas para manipular sutilmente seus sonhos enquanto dormiam. As pessoas que aderiam ao projeto podem contribuir registrando a eficácia do aplicativo para produzir os sonhos que foram “programados” e enviando relatos desses sonhos para a central do projeto.

Com o aplicativo, tornou-se possível rastrear os padrões dos sonhos dos inscritos em detalhes sem precedentes, com resultados mostram que as forças de formação da nossa vida noturna são ainda mais misteriosas que até então se imaginava.

Até então, apesar de alguns resultados positivos, os pesquisadores não tinha como realizar seus experimentos fora do laboratório. Há alguns anos, Wiseman percebeu que o smartphone onipresente oferecia uma oportunidade de testar a ideia de controlar os sonhos em uma escala sem precedentes. Ele entrou em contato com um desenvolvedor de um aplicativo já existente, usado para monitorar o sono, criado e sugeriu que fosse realizado um experimento de controle dos sonhos em grande escala. Assim, o projeto, denominado Dream:ON foi tomando forma gradualmente.

A ideia é simples. O usuário instala o aplicativo em seu smartphone. Antes de ir dormir, ele define um alarme em e seleciona um despertar sonoro especialmente preparado, como um passeio no campo, o que inclui o som do farfalhar da brisa através das árvores, ou um passeio pela praia, representado por ondas que vão gentilmente lambendo a costa.  O usuário também pode baixar faixas adicionais por um custo módico.  Em seguida o smartphone é posto sob o travesseiro da pessoa e ela vai dormir.

O aplicativo funciona focando o sono REM, último período do ciclo do sono. Cerca de 30 minutos antes do alarme tocar, os acelerômetros do smartphone tornam-se ativos, medindo os movimentos da pessoa dormindo enquanto dorme. Quando o aparelho detecta que a pessoa parou de se mover, sugerindo que está ocorrendo o sonho REM, o aplicativo toca suavemente a passagem sonora escolhida. O usuário acorda e desativa o aplicativo para que ele pare de tocar. Nesse momento ele solicita o envio de uma descrição do seu sonho para a central do projeto.

O projeto Dream:ON foi lançado no Reino Unido no Festival Internacional de Ciência de Edimburgo em 2012. Das 500.000 pessoas que até agora baixaram o aplicativo, dezenas de milhares enviaram de relatos de seus sonhos formando um vasto catálogo que está ajudando a investigar o ciclo natural de sonhos das pessoas

Se alguém escolhe uma passagem sonora relativa a paisagem rural, tende a experimentar sonhos que envolvem vegetação, flores e prados. Quando selecionam a passagem da praia ficam mais propensas a sonharem com a costa.

Para verificar se os sonhos ocorriam devido ao uso das passagens sonoras ou devido a um processo de autossugestão, o aplicativo foi configurado para, aleatoriamente, não tocar passagem sonora alguma, apesar da mesma ter sido selecionada. Mesmo assim, muitas pessoas ainda sonhavam com o cenário de sua passagem sonora escolhida, indicando que a autossugestão é um fator importante para determinar com o que sonhamos.

Um resultado curioso foi constatar que muitas pessoas tem sonhos mais bizarros em torno do período em que ocorre a lua cheia. Wiseman não buscou por esse tipo de comportamento por acaso. Sabia que estudos anteriores haviam identificado por meio de EEG padrões específicos de ondas cerebrais variarem conforme mudava o ciclo lunar. O pesquisador ainda deseja descobrir se a causa para a ocorrência de sonhos bizarros deve-se ao aumento do nível de ansiedade quando ocorre a lua cheia ou se padrões de sono mais leves estão afetando os sonhos de alguma forma.

A expectativa do pesquisador é que, se é possível alterar o conteúdo e teor emocional dos sonhos das pessoas, talvez eles possam ser direcionados para ajudar pessoas que sofrem de problemas como ansiedade e depressão.

 

Para baixar o aplicativo

Acesse a loja da Apple no seu Iphone e procure pela palavra Dream.

Para Saber Mais

Experiências Fora do Corpo – Fundamentos

Experiências Fora do Corpo: O Guia do Iniciante

www.fronteiradaconsciencia.com

www.metaconsciencia.com

www.estadovibracional.com

Livros:

Livro Estado VibracionalLivro Experiências Fora do Corpo - Fundamentos

 

 

 

 

 

 

 

FA30032014

 

É com satisfação que anuncio o lançamento da 2a edição de meu livro, Experiências Fora do Corpo – Fundamentos, que aborda o fenômenos das projeções conscienciais lúcidas ou EFCs.

Com relação a primeira edição do livro, lançada em outubro de 2012, a edição atual tem:

  • 234 páginas, 14 a mais que a edição anterior;
  • Índice onomástico;
  • Revisão geral do texto a fim de explicar melhor alguns pontos que não estavam suficientemente claros.

Para quem ainda não leu Experiências Fora do Corpo – Fundamentos, a proposta do livro é apresentar uma visão geral, didática, abrangente e atual sobre às EFCs, descrevendo seus principais aspectos e apresentando uma perspectiva história e científica.

Agreguei a essa obra minha experiência como projetor consciente, apresentando inclusive, como não poderia deixar de ser, procedimentos técnicos que o leitor poderá aplicar para ter suas próprias projeções lúcidas, assim como descrevo as possibilidades que essa prática pode trazer para nossas vidas.

Criar esse livro foi um desafio. Devido os incontáveis aspectos existentes em torno das experiências projetivas, mesmo abordando os pontos mais relevantes sobre o assunto, foram necessários 4 anos de trabalho, escrevendo, reescrevendo, condensando e agrupando o texto até atingir o formato da primeira edição, mantido na atual.

O núcleo do livroou seja, a parte mais importante (1/3 do conteúdo) é o capítulo 2 onde as EFCs são descritas na forma de seus 40 principais aspectos básicos organizados na forma de 5 super-quadros sinóticos.

A organização desse capítulo, assim como os demais tem por objetivo apresentar uma obra com estilo próprio, diferenciando-o, dessa maneira, de outros tantos livros sobre EFCs  já publicados e que acabam parecendo-se muito uns com os outros.

Este livro é dedicado principalmente as pessoas que estão iniciando seus estudos em torno das projeções da consciência, contudo, mesmo os conhecedores desse tema poderão obter proveito dessa obra, pois descrevo vários aspectos atuais sobre o assunto e que talvez não sejam abordados por outras obras do gênero.

A venda do livro impresso está sendo feita, exclusivamente por esse site ao preço de 32 reais. Nesse site o conteúdo do livro até a página 20 pode ser lido. Uma versão eletrônica deverá ser lançada no final desse ano.

Ficha Técnica:

  • Título: Experiências Fora do Corpo – Fundamentos
  • Autor: Cesar de Souza Machado
  • Capítulos: 8
  • Páginas: 234
  • Figuras: 16
  • Índices: 4 (sumário, figuras-quadros, índice onomástico e índice remissivo)
  • Edição: 2a – 2014
  • Formato: A5 (148 x 210 mm)
  • ISBN: 978-85-914491-1-8
  • Coloração: Preto e branco
  • Acabamento: Brochura com orelha

Para Saber Mais

Experiências Fora do Corpo: O Guia do Iniciante

www.fronteiradaconsciencia.com

www.metaconsciencia.com

www.estadovibracional.com

Publicado por: bsbcesar | 22/03/2014

Sonhos Indicativos de Projeção

783px-Le_poeme_de_lAme-16-Louis_Janmot-MBA_Lyon-IMG_0499

“O Voo da Alma” – Óleo de Louis Janmot (1814-1892) Crédito: Wikimedia Commons

O sonho é um estado diferenciado de consciência caracterizado pela produção mental diversificada, de onirismo, situações imaginárias, irreais, que só existem na mente do indivíduo. Essa produção mental é guiada pelo subconsciente da pessoa que frequentemente emprega uma linguagem simbólica universal, arquetípica.

Sabemos também que, mesmo projetada, para fora do corpo físico, a consciência pode ter sonhos. Nesses casos, apesar de ela perceber sua própria elaboração mental, intrapsíquica, podem se mesclar a essa produção impressões sensoriais captadas pela consciência no extrafísico.

O que ocorre então, é que, devido a falta ou baixíssimo nível de lucidez, a consciência traduz, interpreta aquilo o que ela percebe de outra forma, fantasiosa, simbólica.

Dessa forma, vários sonhos podem ser indicativos que a consciência estava, na realidade, projetada, fora do corpo físico e não se deu conta disso.

Alguns exemplos de sonhos que indicam essa situação:

  • Voar – relaciona-se a volitação extrafísica
  • Cair de algum lugar – relaciona-se a reinteriorização no corpo físico;
  • Ver o próprio corpo e questionar-se porque isso está acontecendo;
  • Flutuar – Relaciona-se a saída do corpo físico;
  • Estar projetado – relaciona-se a vivência de experiências extrafísicas;
  • Caminhar em direção a cama e despertar em seguida – relaciona-se a reinteriorização no corpo físico;
  • Desconfiar, por algum motivo, que está sonhando – relaciona-se a vivência de experiências extrafísicas;
  • Encontrar com pessoa conhecida que já faleceu, percebendo-a com aparência diversa, mais jovem ou completamente diferente – relaciona-se a vivência de experiências.

É importante lembrar que, mesmo que alguém tenha um sonho desse tipo, por mais “vivido” que venha a ser, não existe um nível de lucidez para poder afirmar-se de que a experiência foi uma EFC.

Durante uma projeção consciente autêntica a pessoa fica lúcida, sabe que está fora do corpo e usa seu raciocínio para direcionar suas ações.

Para Saber Mais

Experiências Fora do Corpo – Fundamentos

Experiências Fora do Corpo: O Guia do Iniciante

www.fronteiradaconsciencia.com

www.metaconsciencia.com

www.estadovibracional.com

Livros:

Livro Estado VibracionalLivro Experiências Fora do Corpo - Fundamentos

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por: bsbcesar | 08/03/2014

Ciência comprova: Mulher fica fora do corpo quando quer

Regiões do cérebro ativadas enquanto a voluntária tinha experiências extracorpóreas. As regiões ativadas mais significativamente ficam no lado esquerdo e incluem a área motriz suplementar (F), o cerebelo (B,D,E), o giro supramarginal (D,F), o giro temporal inferior (B,D,F) e os giros orbitofrontais médio e superior (A,C,D,E).

Regiões do cérebro ativadas enquanto a voluntária tinha experiências extracorpóreas. As regiões ativadas mais significativamente ficam no lado esquerdo e incluem a área motriz suplementar (F), o cerebelo (B,D,E), o giro supramarginal (D,F), o giro temporal inferior (B,D,F) e os giros orbitofrontais médio e superior (A,C,D,E).

Em recente estudo publicado em fevereiro de 2014 pela Frontiers of Human Neuroscience, os pesquisadores Andra M. Smith e Claude Messierwere, da Universidade de Ottawa (Canadá) descrevem como monitoraram uma voluntária, estudante de psicologia com 24 anos de idade, que afirmava ter projeções lúcidas, usando a técnica fMRI.

Os resultados obtidos mostraram uma “forte desativação do córtex visual”, enquanto “o lado esquerdo de diversas áreas associadas a imagens cinestésicas” (relacionadas a percepção de movimento, peso e posição do corpo) estava bastante ativo.

A conclusão dos pesquisadores é que a “experiência fora do corpo” é real, no sentido de que a pessoa está realmente vivenciando tudo. O escaneamento do cérebro mostra que ela está passando pelo que está dizendo, e realmente sente que está fora do próprio corpo.

Mas, isso não significa que a “alma” está, de fato, fora do corpo. Nenhuma projeção lúcida ou atividade paranormal de qualquer tipo foi registrada pois esse não era o objetivo da pesquisa.

O fato é que, havendo apenas poucos experimentos sobre o assunto, os cientistas acreditam que as experiências fora do corpo são um tipo de alucinação, desencadeada por algum mecanismo neurológico.

Smith e Messierwere especulam que tal mecanismo neurológico pode estar presente também em outras pessoas, e algumas delas – como esta mulher – podem se treinadas para ativá-lo. A voluntária disse que começou a fazer isso quando era criança, enquanto tirava cochilos.

Os pesquisadores especulam que talvez as experiências fora do corpo possam ser como algo como a sinestesia, um fenômeno neurológico amplamente ignorado durante boa parte do séc. XX. Ela faz com que algumas pessoas vejam cores quando leem ou ouvem letras, números e palavras; é algo automático, não induzido. Agora a sinestesia é aceita, estudada e compreendida.

Aparentemente, esta é a primeira vez que este tipo de experiência (em outras palavras, essa demonstração das mudanças cerebrais) foi analisada e documentada e divulgada cientificamente. Na verdade, pode ser o primeiro caso documentado pela ciência de alguém que pode entrar neste estado quando quer.

Para Saber Mais

Experiências Fora do Corpo – Fundamentos

Experiências Fora do Corpo: O Guia do Iniciante

www.fronteiradaconsciencia.com

www.metaconsciencia.com

www.estadovibracional.com

Livros:

Livro Estado VibracionalLivro Experiências Fora do Corpo - Fundamentos

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por: bsbcesar | 23/02/2014

O que é a consciência?

FA23022014

Consciência é a essência do ser humano. Também podemos chamar essa essência de alma, espírito, self, ego, dentre outras denominações.

São muitas as tentativas de definir o que é a consciência, qual é a sua origem e sua natureza íntima. As primeiras proposições nesse sentido surgiram na antiguidade. Nos dias atuais, essas são questões de pesquisa da filosofia da mente, da psicologia, da neurologia e das ciências cognitivas.

Em termos de etimologia, o termo consciência vem do idioma Latim, conscientia, que significa “conhecimento de alguma coisa comum a muitas pessoas; o conhecimento; a consciência; senso íntimo”. O termo surgiu no Século XIII.

Para a ciência, baseada no paradigma newtoniano-cartesiano (em outras palavras, no materialismo) a consciência somente pode ser explicada como um produto do sistema nervoso, mais especificamente, da estrutura cerebral.

Assim, animais teriam uma consciência primária ao passo que os seres humanos teriam uma consciência elaborada por possuírem estruturas cerebrais evolutivamente mais sofisticadas como as áreas de Brocca e Wernicke que respondem respectivamente pela produção da fala e pelo entendimento da linguagem.

Essas estruturas confeririam ao ser humano a capacidade de autoconsciência, o conhecimento sobre si mesmo e sobre as outras coisas, diferenciando-o assim dos animais.

Muitas pesquisas e experimentos foram realizados no sentido de localizar a sede da consciência em alguma das inúmeras estruturas existentes no cérebro. Os resultados, contudo, apontaram para o fato de que a consciência não está circunscrita a essa ou aquela área, mas se espalha, difusamente, pelo cérebro.

O fenômeno da Experiência Fora do Corpo, que implica da transcendência da consciência ao corpo físico, não pode ser admitido pela ciência pois fere o paradigma vigente: não pode ser comprovado pela instrumentação, logo não existe,

Portanto, para a ciência, a consciência surgiria com o corpo e desapareceria com sua morte, sendo o fenômeno da projeção da consciência  encarado, como uma distorção das percepções, alucinações, desequilíbrio mental ou, na melhor das hipóteses, um sonho lúcido, um estado diferenciado de consciência ainda pouco pesquisado.

Sob ponto de vista de outro paradigma, não materialista, a consciência transcende ao universo físico. Não é matéria nem energia, pois não apresenta as propriedades nem de uma nem de outra. Embora não conheçamos exatamente como surge à consciência nem qual é o seu destino final, sabemos que ela pré-existe ao nascimento do corpo físico e que sobrevive a morte desse.

Também sabemos que a consciência está em permanente processo evolutivo, tal qual todas as demais formas de vida, processo esse que se estende ao longo de diversas dimensões e ao longo de inúmeras existências em corpos intrafísicos.

Essa dinâmica ocorre em conformidade com a estrutura multicorporal da consciência. Além do corpo físico ela possui outros veículos de manifestação constituídos de matéria extrafísica.

A realidade multidimensional não poderia passar completamente despercebida do universo físico. De fato, essa natureza da consciência é evidenciada por uma grande quantidade de fenômenos parapsíquicos, tais como a projeções conscienciais lúcidas, que não podem ser explicados pelas leis do universo físico. Tais fenômenos, contudo, ainda são ignorados pela maioria da população terrestre, particularmente pela ciência oficial.

Para Saber Mais

Experiências Fora do Corpo – Fundamentos

Experiências Fora do Corpo: O Guia do Iniciante

www.fronteiradaconsciencia.com

www.metaconsciencia.com

www.estadovibracional.com

Livros:

Livro Estado VibracionalLivro Experiências Fora do Corpo - Fundamentos

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por: bsbcesar | 16/02/2014

O que é a Projeção da Consciência?

Man before keyhole

A projeção da consciência ou EFC – Experiência Fora do Corpo – é um fenômeno onde uma pessoa sai do seu corpo físico e se manifesta por meio de outro corpo, mais sútil, em uma dimensão extrafísica.

Este fenômeno é natural, parafisiológico, inerente à condição humana e que pode ocorrer de forma voluntária ou não.

Todas as noites, quando as pessoas vão dormir, afrouxam as ligações energéticas que mantém o corpo extrafísico da consciência, o psicossoma, firmemente conectados ao seu corpo físico, o soma, ocorrendo à projeção da consciência de forma natural e inconsciente.

Por ficarem sem lucidez, as pessoas não tem noção do que de fato se passa com elas. Nessa condição, elas tem projeções inconscientes, durante as quais tendem a ficar próximas ao corpo físico, onde passam por estados diferenciados de consciência como o sonho, o pesadelo ou simplesmente o sono comum.

A consciência que se projeta é aquilo o que denominamos espírito, alma, self, ego. A projeção ocorre para que ocorram processos fisiológicos e parafisiológicos relacionados     à regeneração do corpo físico.

Projeções conscientes podem ocorrer de forma natural em outras circunstâncias, como por exemplo, quando a pessoa passa por privações ou dores extremas, quando submetida a um intenso estresse mental e emocional ou durante uma EQM – Experiência de Quase Morte, quando suas funções vitais cessam momentaneamente.

Podem ainda ocorrer projeções autoinduzidas, quando a pessoa emprega uma técnica projetiva para produzir a projeção consciente e projeções heteroinduzidas, quando outra pessoa ou uma consciência extrafísica emprega alguma técnica para retirá-la fora do corpo.

Quando a projeção do psicossoma ocorre, esse se mantem conectado ao corpo físico por meio de um corpo energético denominado energossoma, também conhecido por duplo-etérico ou corpo bioplásmico. Além de projeções de psicossoma podem ocorrer, mais raramente, projeções de mentalsoma, ou outro corpo da consciência, mais sutil e evoluído que o psicossoma.

A projeção da consciência é um fenômeno universal, conforme constataram pesquisas realizadas em dezenas de países e culturas diferentes, podendo ocorrer com crianças, jovens e idosos, com homens ou mulheres, independentemente das suas condições de saúde, convicções filosóficas, políticas ou religiosas.

O fenômeno recebeu inúmeras denominações ao longo do tempo tais como esses: Estado de Emancipação da Alma, Desdobramento, Astral Travel (Viagem Astral), Astral Voyage (Viagem Astral), Astral Soul (Viagem da Alma), Out-of-the-Body Experience (Experiência Fora do Corpo).

Chama-se projetor, projetor consciente ou projetor lúcido a pessoa que tem essas experiências. Ao longo de uma vida, podem ocorrer desde uma única projeção consciente até mesmo milhares delas. O número, o teor e a qualidade de experiências varia muito de uma pessoa para outra.

Pequena parcela da população, no máximo 16%, passa por uma ou mais projeções conscientes ao longo da vida. Aparentemente, a grande maioria das experiências projetivas conscientes não são rememoradas pelos projetores por diversos motivos. São raros os projetores que tem uma projeção lúcida semanal rememorada e muito mais raros aqueles que tem projeções lúcidas diárias rememoradas.

A projeção da consciência é uma habilidade ou competência que pode ser inata ou que pode ser desenvolvida ao longo da vida. Quem já nasce com facilidade de ter projeções conscientes é porque desenvolveu essa habilidade em outras vidas e a trouxe para o corpo atual por meio de um mecanismo de paragenética.

Considerando o fato de que vivemos em uma realidade multidimensional que, percebamos ou não, influencia em nossas vidas e que é influenciada por nós, a projeção lúcida é uma habilidade que terá que ser desenvolvida pela consciência em algum momento de seu processo evolutivo para que ela possa interagir com essa realidade de forma adequada e dominá-la.

Antes de ocorrerem às projeções lúcidas, a consciência desenvolve a habilidade de ter projeções semiconscientes, quando já manifesta algum grau de lucidez durante suas projeções voluntárias noturnas. Nessa condição, ela mistura as percepções extrafísicas com criações mentais oníricas. Essas experiências também são chamadas de sonhos lúcidos.

A projeção lúcida da consciência faculta uma série de benefícios, aumentando o grau de conscientização quanto à realidade multidimensional, proporcionando a obtenção de informações úteis de todos os tipos além dos meios convencionais da rotina diária, proporciona oportunidades de aprendizado e reencontro com consciências amigas, dessa vida ou de existências anteriores e possibilita a realização de tarefas interassistenciais.

O desconhecimento desse fenômeno e de suas peculiaridades faz com que muitas pessoas o encarem com receio, desconfiança e medo. Pessoas que afirmam ter projeções lúcidas as vezes são tratadas como anormais, pessoas desequilibradas e doentes mentais.

A grande disseminação de informações ocorrida no final do século XX, particularmente por meio da Internet, vem divulgando esclarecimentos de forma progressiva sobre a projeção da consciência, de tal forma que hoje muito mais pessoas tem pelo menos tem uma ideia do que é esse fenômeno.

Algum dia, no futuro distante, todas as pessoas terão projeções conscientes lúcidas como parte das rotinas de suas vidas, com consequências significativas para o modo de vida que se tem nesse planeta.

Para Saber Mais

Experiências Fora do Corpo – Fundamentos

Experiências Fora do Corpo: O Guia do Iniciante

www.fronteiradaconsciencia.com

www.metaconsciencia.com

www.estadovibracional.com

Livros:

Livro Estado VibracionalLivro Experiências Fora do Corpo - Fundamentos

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por: bsbcesar | 05/01/2014

Mobilização de Energia e Projeções Conscientes

Transformation ins Licht

Respondi recentemente aos questionamentos de um homem relacionados a mobilização de energias e projeção consciente.

Há muitos anos ele vem praticando a mobilização de suas energias conscienciais por meio de meditação e da prática do EV – Estado Vibracional.

Recentemente, vem tentando produzir projeções conscientes. Para isso mobiliza as energias e faz EV antes de dormir, mas, apesar disso, as projeções não acontecem.

Como lhe expliquei, isso ocorre porque, as projeções lúcidas requerem a convergência de uma série de fatores para que possam acontecer.

Sair fora do corpo de forma inconsciente ou semiconsciente é algo que todo mundo faz. O que falta é lucidez. Para possibilitar o aumento da lucidez é necessário sutilizar suas energias conscienciais. Isso pode ser feito por meio de um intenso trabalho de mobilização e exteriorização de energias. A intensa exteriorização reduz, temporariamente, a quantidade de energia densa presente no energossoma e psicossoma (corpos extrafísicos) o que, por sua vez, faculta o aumento da lucidez extrafísica e, portanto, a produção de uma projeção consciente.

Um problema que o projetor terá que lidar é: para onde ele vai exteriorizar essa energia? Fazer isso de forma descuidada, expelir a energia sem qualquer alvo ou aplicação e repetir esse procedimento noite após noite pode acabar gerando assédio extrafísico, pois não vai demorar muito para consciências extrafísicas energívoras perceberem que tem alguém jogando fora grande quantidade de ECs diariamente, sempre no mesmo horário.

A prática da Tenepes – Tarefa Energética Pessoal – a noite, antes de dormir, seria a forma ideal de fazer essa exteriorização. Além de assistir outras consciências, de quebra, a pessoa está de predispondo a ter uma projeção lúcida.

Como você leitor talvez tenha lido ou ouvido falar, fazer EV antes de dormir, pode levar a pessoa a ter uma projeção lúcida. Como fica isso então?

Posso afirmar por experiência pessoal que funciona mais ou menos assim: você instala um bom EV antes de dormir, já deitado em seu leito, noite após noite e, ocasionalmente, projeções lucidas ocorrerão. Mas a taxa de sucesso é muito baixa, digamos, 1 vez por mês.

Dá para melhorar essa taxa? Sim é possível. Pode-se empregar mais técnicas projeticas concomitantemente a instalação do EV. Outra forma, mas “dura” é instalar o EV e mantê-lo pelo maior tempo possível ou simplesmente ficar circulando as energias dos pés a cabeça/da cabeça aos pés por uma hora ou mais, com a provável instalação de vários EVs nesse meio tempo. Com isso, aumenta-se bastante as chances de produção da projeção lúcida. Ocorre, porém, que as projeções nesse caso tendem a ter baixo nível de lucidez pois o projetor vai carregar consigo muita energia densa que não foi liberada. Chama-se isso de projeção lastreada.

Naturalmente, como cada pessoa tem suas próprias peculiaridades, resultados diferentes desses podem acontecer. A pessoa interessada tem que se autopesquisar e ver como sua lucidez extrafísica responde aos diversos procedimentos de mobilização energética.

Para Saber Mais

Experiências Fora do Corpo – Fundamentos

Experiências Fora do Corpo: O Guia do Iniciante

www.fronteiradaconsciencia.com

www.metaconsciencia.com

www.estadovibracional.com

Livros:

Livro Estado VibracionalLivro Experiências Fora do Corpo - Fundamentos

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por: bsbcesar | 01/01/2014

Projeção de 1 de Janeiro

Road 2014

Diário Holossomático, 1 de Janeiro de 2014.

Cheguei em casa com minha esposa vido da casa de amigos onde celebramos a passagem de ano. Deitei-me para dormir por volta de 2 horas da manhã.

Tive inúmeras projeções semiconscientes de longa duração ao logo da noite, onde me via participando de histórias que envolviam muitas pessoas em enredos que poderia classificar como ficção científica. Recordei-e de duas passagens em especial. Na primeira estava com um grupo de pessoas num local exótico que parecia ser gigantesco jardim retangular dentro de enorme um enorme prédio. As pessoas ouviam o que uma moça nova lhes falava. Ela era branca, cabelos lisos e pretos, talvez presos atrás da cabeça, trajando vestido banco e curto.

Na segunda passagem que recordei lembro de estar diante de um homem, completamente calvo, idoso, com uma roupa que parecia ser um uniforme azul bem claro, abaixando-se, colocando a mão espalmada no chão calçado com pequenos ladrilhos retangulares como que para apoiar-se. Quando sua mão tocou o chão houve uma transição dimensional, uma  mudança dele para outra dimensão/realidade. Todo o cenário em que ele estava envolvido se desvaneceu e inteiramente distinto surgiu ao seu redor.

Despertei e passei a rememorar os eventos da noite. Levantei-me pouco depois das 8 horas da manhã para fazer um trabalho relacionado a mobilização energética.

Findo o trabalho energético, por volta da 9:00 horas, constatei que todos em casa ainda dormiam. Retornei para o quarto que estava na penumbra devido as cortinas e silencioso. Não havia ruído vindo de fora. Parece que toda a vizinhança dormia. Resolvi deitar-me novamente. Adormeci. Tive novas projeções semiconscientes. Numa delas estava num local aberto quando percebi a presença de pequeno grupo de pessoas, homens e mulheres, na frente de uma construção. A medida que aproximei-me deles, conscientizei-me que estava projetado. Fiquei animado com essa nova experiência. Deslizei lentamente no ar até ficar frente a frente com essas consciências. Perguntei quem eram. Embora não tenham respondido, percebi que eram consciências ligadas a Conscienciologia. A lucidez reduziu um pouco. Focalizei minha atenção em uma dessas pessoas. Era uma moça nova, aparentando vinte e poucos anos, magra, cabelos pretos lisos e curtos. Trajava um vestido claro, simples. Não me lembro o que conversamos exatamente, se é que o fizemos com palavras. Lembro apenas que ela era ligada a Conscienciologia e que fiquei curioso se ela era uma consciência intrafísica projetada como eu ou se era uma consciência extrafísica. Despertei pouco depois na mesma posição que adormecera.

Notas:

É evidente que a projeção consciente ocorreu como efeito da mobilização de energias que liberou-me de energias densas que reduzem a lucidez quando me projeto.

Seria a moça que vi nessa projeção consciente a mesma que vi na projeção semiconsciente anterior? Vou assumir que sim e, portanto, enquanto não souber exatamente quem é, dar-lhe-ei um “nome” ou “alcunha” para poder mais facilmente identifica-la dentro da paraelencologia projetiva.

Como de praxe, a projeção consciente em si foi muita rápida.

Para Saber Mais

Experiências Fora do Corpo – Fundamentos

Experiências Fora do Corpo: O Guia do Iniciante

www.fronteiradaconsciencia.com

www.metaconsciencia.com

www.estadovibracional.com

Livros:

Livro Estado VibracionalLivro Experiências Fora do Corpo - Fundamentos

 

 

 

 

 

 

 

« Newer Posts - Older Posts »

Categorias